“O Erro do Enem pago pela População” por Julia ∞

Esse foi um artigo de opinião que produzi sobre o Enem com base em algumas notícias:

O Enem, como todos já conhecem, é o exame nacional do Ensino Médio, realizado individualmente com o objetivo de avaliar os conhecimentos dos alunos que estão concluindo o ensino médio.

Esse exame foi instituído em 1998 e até hoje ele é usado mas de 2 anos pra cá, ele vem tendo falhas. No ano de 2009, houve um fato que surpreendeu a todos, a prova do Enem havia sido vazada por isso algumas faculdades não aceitaram a nota do exame. Já nesse ano de 2010, houve erros de impressão de alguns cadernos amarelos ou também a inversão dos cabeçalhos nos cartões de resposta do primeiro dia de prova.

Pela decisão da Justiça Federal do Ceará, os alunos que se sentiram prejudicados têm direito a um novo exame mas o ministério espera o julgamento do recurso para começar a receber os pedidos de novas provas, com isso dá para aqueles que foram mal, a oportunidade de fazer a prova duas vezes. Aquele que foi bem evidentemente não vai ter interesse de fazer a prova de novo. Dar essa oportunidade é uma quebra de igualdade.

Quando falamos em algo nacional falamos em nação, então o Enem não muda o futuro de uma só pessoa, mas sim de uma nação inteira, que trabalha, que luta e que merece algo melhor.

Published in: on November 25, 2010 at 11:04 pm  Leave a Comment  

The URI to TrackBack this entry is: https://mundodalinguaportuguesa.wordpress.com/2010/11/25/o-erro-do-enem-pago-pela-populacao-por-julia-%e2%88%9e/trackback/

RSS feed for comments on this post.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

%d bloggers like this: